25 de agosto de 2011

Defensoria Pública funcionará no Escritório Jurídico da FRM

O Defensor Público Geral do Estado de Alagoas, Eduardo Lopes, visita na tarde desta quinta-feira, 25, as instalações do Núcleo de Prática Jurídica (NPJ) da Faculdade Raimundo Marinho (FRM) de Penedo para inaugurar a nova sede da Defensoria Pública na cidade. O evento contará com a presença da direção da faculdade e de diversas autoridades locais que apoiam a iniciativa.

De acordo com a coordenadora do Núcleo, a advogada Leny Araújo, tanto os alunos do curso de Direito da Faculdade Raimundo Marinho quanto a população penedense serão presenteados com a presença da Defensoria Pública no escritório jurídico da FRM, o que dará mais agilidade e eficácia aos processos e acordos extrajudiciais.

“A presença das defensoras públicas no escritório será de uma importância inestimável. Agora poderemos ofertar assistência jurídica às pessoas com um maior embasamento e segurança jurídica já que algumas decisões serão homologadas já no ato do acordo extrajudicial diminuindo assim a carga do Judiciário que vive amontoado em processos”, declarou a Drª. Leny Araújo.

O Núcleo de Prática Jurídica é um local de aprendizado onde os acadêmicos do curso de Direito, do 9º e 10º períodos, aplicam na prática todo o conhecimento adquirido nos bancos da faculdade. Antes, os futuros operadores do Direito resolviam apenas questões ligadas à área do Direito de Família. Agora, questões relativas ao Direito Civil, Juizados Especiais Cíveis e Criminais e Justiça criminal também poderão ser resolvidas no escritório.

Quem precisar de assistência jurídica gratuita e seja hipossuficiente (pobre na forma da lei) pode se dirigir ao Núcleo de Prática Jurídica da Faculdade Raimundo Marinho, localizado na Rua 15 de Novembro, S/N, Centro Histórico de Penedo. O atendimento ao público será realizado de segunda a quinta-feira, das 8 às 13 horas. Nas quartas-feiras, das 13h30min às 17h30min, as defensoras públicas e os acadêmicos atenderão, exclusivamente, os casos relativos à área criminal.

Fonte: Aqui Acontece

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *