15 de julho de 2011

Acadêmicos da FRM Penedo vão auxiliar recadastramento biométrico

Para garantir maior agilidade no processo de recadastramento biométrico dos eleitores da 13º zona eleitoral, que abrange a cidade de Penedo e seus respectivos povoados, acadêmicos de Direito da Faculdade Raimundo Marinho (FRM) foram selecionados para auxiliarem na tarefa. De acordo com o Dr. Claudemiro Avelino, juiz eleitoral de Penedo, os estudantes serão treinados para que, posteriormente, atuem no recadastramento dos eleitores penedenses.

Ainda segundo o Dr. Claudemiro, a participação dos acadêmicos é de extrema importância para que a meta seja alcançada. “O recadastramento biométrico em Penedo estava sendo realizado com o auxilio de poucas pessoas e isso estava sendo inviável. Por conta disso resolvemos pedir um reforço à Faculdade Raimundo Marinho para que o processo seja realizado a contento e os eleitores de Penedo possam ser recadastrados mais rapidamente”, declarou o magistrado.

Os acadêmicos selecionados deverão comparecer, a partir das 8 horas desta sexta-feira, 15 de julho, na sede do Cartório Eleitoral, que fica localizado na Rodovia Engenheiro Joaquim Gonçalves, 74, bairro Santa Luzia, próximo à Codevasf, em Penedo, para que o convênio seja legalmente formalizado.

O recadastramento biométrico na cidade de Penedo teve início no dia 05 de julho e se estenderá até o dia 15 de dezembro. Dentro desse prazo, os cerca de 40 mil eleitores cadastrados na 13ª zona eleitoral, deverão comparecer das 8 às 14 horas no Cartório Eleitoral para realizar o recadastramento. Às 7h30min desses dias em que será realizado o cadastramento biométrico em Penedo, serão distribuídas senhas de atendimento para os eleitores.

Os eleitores deverão procurar o cartório munidos do título de eleitor, documento oficial de identificação e comprovante de residência atual. Os eleitores que não votaram e não justificaram nas últimas eleições deverão apresentar ainda o comprovante de quitação de multa eleitoral. Já os agricultores e pescadores, além desses documentos mencionados, deverão apresentar ainda, no ato do cadastramento, um documento de comprovação da profissão.

É importante ressaltar que o eleitor que não participar do processo de revisão biométrica terá o título eleitoral cancelado e isso implica em sérios prejuízos como o impedimento de nomeação a cargo público, renovação de matrícula em estabelecimento de ensino, obtenção de passaporte ou carteira de identidade, dentre outras punições previstas pelo Código Eleitoral Brasileiro.

Fonte: Aqui Acontece

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *