Memorial e Museu

Memorial Raimundo Marinho & Museu do Paço Imperial

A Fundação Educacional do Baixo São Francisco Dr. Raimundo Marinho, através de sua Presidente, Lysia Ramalho Marinho, motivada pelo amor, resgata a memória do idealizador desta instituição, com perspectiva de ressaltar, por meio do Memorial Raimundo Marinho e do Museu do Paço Imperial, os mais significativos momentos da história de seu patrono e da cidade de Penedo.

O Memorial de Raimundo Marinho, tornou-se realidade por causa de Eline Ramalho Marinho, esposa de Raimundo, que recolhia todo o material do acervo e guardava-o devidamente visando o futuro.

O Acervo consta de informações antes restritas a um número reduzido de familiares, tais como: documentos, discursos, fotografias, indumentárias, objetos pessoais e tantos outros itens relativos à História de sua trajetória.

O Memorial tem por objetivo ressaltar a vida de Raimundo Marinho dentro de um contexto político-social, revelando aspectos de sua personalidade, bem como registrar suas obras como administrador público por três mandatos, perpetuando sua memória.

O sonho de Raimundo Marinho, de dar a Penedo um museu digno de sua história, capaz de resgatar as tradições e a cultura da cidade, pôde, agora, ser concretizado.

A Fundação Educacional do Baixo São Francisco Dr. Raimundo Marinho entrega o Paço Imperial a Penedo, com a certeza de que todo o esforço empreendido pela equipe envolvida nesse projeto é capaz de, nas diversas cenas do passado, transportar-nos aos idos do século XIX, através de alguns pertences de Sua Majestade, o Imperador D. Pedro II, quando de sua visita a esta cidade e, também de um filho ilustre de Penedo, o Dr. Francisco Inácio de Carvalho Moreira, o Barão de Penedo.

As características do mobiliário, definindo costumes de uma época das famílias Penedenses, a arte sacra presente nos séculos XVIII e XIX, são capazes de emocionar, tamanha grandeza compõe o acervo e pelo carinho a ele dedicado.

“A Cultura é fundamental no processo de desenvolvimento de um povo e o amor justifica tudo, sobrepondo-se ao tempo”.

Lysia Ramalho Marinho
Presidente